terça-feira, 3 de agosto de 2010

ATIVIDADES PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES - RESUMO





Atividades para crianças e adolescentes

A atividade lúdica não foi feita diretamente para uma faixa etária especifica. Ela pode ser aplicada a todo tipo, mas com crianças e adolescentes é importante estar respeitando as diferenças entre idades. Com isso as atividades passam a ter conotações diferentes e seus objetivos diferenciados.
Cada faixa etária tem características diferentes. É importante que o recreacionista tenha isso em mente e conheça um pouco dessas características. Iremos traçar aqui um pouco de cada uma e atividades indicadas:

Crianças: 3 a 6 anos – 1ª Infância
  • Fantasias e invenções
  • Raciocino concreto
  • Pequena atenção e compreensão
  • Aceitação de pequenas regras
  • Interesse por números e significados
  • Pequena importância do grupo, egocentrismo.

ATIVIDADES INDICADAS
  • Representação
  • Muita movimentação
  • Brincadeiras/Pequenos jogos
  • Cantos
  • Imitações de situações conhecidas
  • Estimulação
O monitor deve sr maternal, paciente e carismático.

Crianças: 6 a 8 anos
Nesta idade a criança está começando a definir seus próprios interesses e com isso a competitividade também começa a se desenvolver. As atividades em grupos já são bem dissimuladas assim como regras um pouco mais estruturadas nas atividades. A atenção e a memória estarão sendo desenvolvidas a todo instante, por isso o recreacionista não deverá prometer o que não possa cumprir, pois será cobrado e terá problemas com o grupo.
Atividades em grupo onde se estimule o desafio podem ser aplicadas, brincadeiras de todos os tipos, jogos simples e principalmente atividades de alta movimentação.

Crianças: 8 a 10 anos
Nessa faixa a criança já tem a memória totalmente desenvolvida e o raciocino também muito desenvolvido. Contudo a atividade em grupo se torna mais importante e também começa a divisão dos sexos MENINOS x MENINAS.
Com a divisão dos sexos as atividades em equipe começam a se tornar corriqueiras, e nessas atividades devem conter atividades de raciocínio, estratégia, desafio e regras mais elaboradas. Cuidado ao estimular os participantes, evite as comparações entre meninos e meninas, é importante o conceito que todos são iguais perante a sociedade, eles sabem que fisicamente não são, procure ser um mediador.

Crianças: 10 a 12 anos
Essa faixa etária costuma ser uma que mais desafios trazem ao recreacionista.
Nessa fase a separação dos sexos fica mais acentuada com os grupos bem divididos e não aceitando a inserção do sexo oposto em seu grupo. A compreensão de sexualidade, diferenças entre homem e mulher e suas habilidades começam a ser compreendida pelo participante.
Uma característica marcante nessa fase é a diferença de maturidade entre os meninos e as meninas. Os meninos ainda são infantis já as meninas já são mais desenvolvidas, já estão na pré-puberdade, o corpo e a mente não são mais tão infantis.nesses
Com isso os grupos, antes grandes, acabam se tornando menores, as chamadas “panelinhas”, e nesses grupos, cada um apresenta uma expectativa diferente ao tipo de atividade realizada.
As atividades para essa faixa etária devem de integração social, jogos coletivos e de preferência mistos, grandes jogos simplificados, e pequenos jogos em sua máxima utilização. Brincadeiras simples são mais desprezadas por esse grupo.

  • Atenção e memória
  • Convive bem em grupo
  • Grupos divididos por sexo
  • Definição de interesses
  • Competitividade
  • Raciocínio Concreto/abstrato
  • Necessidade de trabalho em Grupo
  • Necessidade de co-educação entre os sexos
  • Ao final dessa fase meninas na pré-puberdade e meninos da infância

Atividades mais adequadas:
  • Brincadeiras
  • Atividades em equipe
  • Desafios e contestes
  • Atividades de ação
  • Atividades de raciocínio
  • Pequenos jogos
  • Grandes jogos adaptados Integração
O monitor é o exemplo de comportamento, deve valorizar o meio ambiente e mostrar as diferenças entre certo e errado, não descriminando e sim demonstrando as diferenças entre um e outro.

Adolescentes: 12 a 14 anos
Criança? Os participantes dessa faixa etária não são mais crianças e querem que todos saibam disso. As diferenças entre os sexos ficam em evidência tanto nas habilidades quanto na maturidade. Essa é uma fase complicada para o participante, pois começa a ficar grande para brincar com as crianças, mas pequeno para participar da vida dos quase adultos.
As pessoas dessa faixa etária têm consigo a necessidade de auto-afirmação, entre os colegas e o mundo que as cercam. Assim tendem a ser altamente influenciável, terem grandes conflitos de personalidade e não enxergam os limites sociais aos quais terão de conviver pelo resto da vida.
Trabalhe os grandes jogos, faça com que as atividades sejam cada vez mais interessantes e desafiadoras, pequenos jogos e brincadeiras não apresentarão o sucesso esperado.

Adolescentes: 14 a 18 anos
Nessa idade a separação entre os sexos é deixada de lado. O que ocorre é a identificação com o sexo oposto. Uma característica muito positiva é a aceitação das diferenças de habilidade entre os sexos, pois fica muito evidente a diferença de habilidade de ambos.
Outra característica é a valorização da estética. Moças e rapazes começam a se preocupar com o visual (vestimentas, cabelo, unhas, etc).
Nessa faixa etária as atividades físicas deixam de ser a única forma de recreação. Atividades culturais e sociais começam a se tornarem importantes. Começa a difundir o seguinte conceito: o lúdico não é apenas atividade física, mas também social e cultural.
Trabalhar com grandes jogos, com regras complexas, gincanas múltiplas, atividades junto à natureza, festas, bailes temáticos, danças, teatro, modalidades esportivas, passeios, excursões ou apenas um bom bate-papo é uma boa medida para uma atividade prazerosa.

  • Identificação plena do sexo oposto
  • Grande diferença entre os sexos
  • Aceitação e discussão das diferenças
  • Necessidade de auto-afirmação
  • Desprezo pela atividade motora
  • Valorização das atividades sociais e artísticas
  • Altamente influenciáveis

Tipos de atividades mais adequadas
  • Esporte
  • Gincanas de múltiplas dificuldades
  • Atividades junto à natureza
  • Grandes jogos com grande complexidade
  • Demonstração de habilidades pessoais
O monitor é o exemplo de comportamento, deve valorizar o meio ambiente, discutir diferenças e não se tornar um confidente, não esquecer nunca do seu papel profissional.


Bem amigos esse é o meu resumo!!!!
Uma ótima semana a todos!!!

FELIPE DIAS - TIO PÃO
www.tiopao.com.br
Postar um comentário